20 de Dezembro de 2014

Diagnóstico

Diagnóstico

Quando há suspeita de alteração auditiva

Crianças

O processo de diagnóstico audiológico compreende a avaliação médica e audiológica.

Avaliação Audiológica
O protocolo de avaliação utilizado para se obter informações sobre a função auditiva de crianças envolve múltiplos procedimentos, incluindo testes comportamentais, eletroacústicos e eletrofisiológicos. Não é possível determinar o status auditivo de uma criança baseado no resultado de um exame isolado ou em uma bateria de testes limitados, por exemplo, apenas pela realização dos Potenciais Evocados Auditivos de Tronco Encefálico (PEATE). Os testes são complementares entre si.

É necessário obter respostas confiáveis na avaliação audiológica para ajuste dos aparelhos de amplificação sonora individuais, selecionando as características eletroacústicas e os algoritmos mais adequados para cada criança.

Anamnese
Realizar uma entrevista detalhada com a mãe da criança ou com o cuidador. É necessário obter informações sobre a história pregressa da criança e caracterizar o seu desenvolvimento quanto aos aspectos motores, visuais, cognitivos, sociais, linguísticos, afetivos e auditivos. As pessoas que convivem com a criança podem fornecer informações valiosas sobre o desenvolvimento da função auditiva.

É importante ouvir as respostas dadas e a forma como são dadas. Observar a interação mãe versus criança também é fundamental, além da observação da criança, o que vão permitir o fonoaudiólogo escolher a melhor técnica de condicionamento para a realização da audiometria, interpretar as respostas comportamentais e correlacionar com os demais resultados da bateria de testes a fim de concluir o diagnóstico funcional da audição da criança. Poderá modificar a rotina de avaliação, por exemplo, quando é avaliada uma criança com múltiplas deficiências.

Clique aqui para ver o protocolo de anamnese.

Inspeção visual do meato acústico externo
A inspeção visual do Meato Auditivo Externo (MAE) poderá ser conduzida para verificar se há alguma obstrução (excesso de cerumen, por exemplo) que impossibilita a realização de exames como a medida da imitância acústica. Em crianças muito pequenas essa inspeção pode ser difícil, sendo necessário ser realizada por especialistas e profissionais com ampla experiência no atendimento dessa população.

Procedimentos Comportamentais:
Medem a resposta do sistema auditivo inteiro, desde a entrada do som na orelha externa, até o córtex cerebral. Permitem medir o que a criança atualmente percebe, sendo medidas das habilidades auditivas funcionais.

Avaliação das habilidades auditivas e de linguagem
A avaliação das habilidades auditivas e de linguagem é importante pois:

Para avaliação das habilidades auditivas podem ser utilizados os seguintes materiais contidos neste link.










voltar